CAPES aprova doutorado profissional em Biotecnologia em Saúde Humana e Animal

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), fundação do Ministério da Educação (MEC) aprovou, quinta-feira (19/12), o Doutorado do Programa Profissional de Pós-Graduação em Biotecnologia em Saúde Humana e Animal (PPGBiotec), com a Coordenação Geral da Universidade Estadual do Ceará em Associação com o Centro Universitário CESMAC, a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e a Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Aprovado com conceito 4, em uma escala de 1 a 5, o doutorado profissional é o primeiro, em associação, aprovado em saúde no país. O curso busca formar profissionais, em nível de doutorado, com competência técnica-científica, crítica e reflexiva para atuar no desenvolvimento e validação de bioprodutos e bioprocessos na área de saúde humana e animal.

Para o coordenador do curso professor Rommel Prata Regadas uma das vantagens do doutorado profissional é permitir que profissionais atuantes no mercado possam se capacitar a nível de doutorado, com aulas aos finais de semana e o desenvolvimento de pesquisas nos locais de trabalho desses profissionais. “É um tipo de programa, tanto o mestrado quando o doutorado profissionais, voltado para profissionais que já estão estabelecidos no mercado de trabalho, mas que desejam aprofundar seus estudos a nível de stricto sensu”, finaliza o professor.

O Edital de seleção de novos alunos de mestrado e doutorado será lançado em janeiro 2020 na página Programa Profissional Profissional em Biotecnologia em Saúde Humana e Animal.

Fonte: UECE
Data: 20/12/2019
Instituições Participantes